Fotos e documentos doados por Lisete Schmitt

Com certeza, trata-se de uma das construções mais antigas que já existiu no município de Selbach. Localizava-se na esquina das ruas João XXIII e Pedro Utzig. Sabe-se que era de propriedade da família Utzig. Em 1978, Edmundo e Lucila Ludwig a adquiriram de Osvino Mai (que não residia no local) e passaram para sua filha, Lisete Schmitt, que morou nesta casa por cerca de cinco anos. Era uma construção em condições precárias, a parede do lado oeste havia cedido 15 a 20 centímetros. Estava presa apenas pela estrutura do telhado. Em dias de vento, aquela parede movia-se, ameaçando cair. Por esse motivo, foi demolida.               Quando foi retirado o telhado, toda a parede veio ao chão. Era construída com tijolos e barro. Esta foto foi tirada como lembrança, alguns dias antes da demolição que ocorreu em 1983. Foi então construída uma casa simples de madeira de eucalipto. Esta abrigou minha família por 27 anos. Entre novembro de 2009 e maio de 2010 foi construída a atual casa, de alvenaria, no mesmo local. Nas duas oportunidades, foram aproveitados os tijolos para fazer a construção do porão. Ainda hoje existem tijolos da antiga casa. Sabe-se que a família de Arno Seger também residiu ali. Quem mais???

 

* Relato criado por Lisete Schmitt.

Relato de Paulo Adão Muller: “Ali moravam o Senhor Egídio e a Senhora Ilse Bohn”.

Relato de Darcísio Ludwig: “A família Bohn foram os primeiros moradores da residência”.

Relato de Maria Lourdes Bohn Kuhn: “Eu lembro do meu pai falar que tão logo se casou veio morar nesta casa, pois trabalhava para família Utzig”.

***Se você, leitor, tiver algo a acrescentar ou  corrigir, basta entrar em contato. 

Abaixo, as duas casas citadas no texto.

 

 

** Abaixo, trabalho acadêmico sobre Selbach, realizado por: Lisete Schmitt, Jussara J. M. Santos, Nadir Ana M. Hammes e Eliane M. Machiavelli.

UNIVERSIDADE DE PASSO FUNDO – UPF
FACULDADE DE EDUCAÇÃO
CAMPUS – CARAZINHO

RELATÓRIO DA PRÁTICA DE ENSINO NA ESCOLA DE 1º GRAU I

LISETE SCHMITT
JUSSARA J. M. SANTOS
NADIR ANA M. HAMMES
ELIANE M. MACHIAVELLI

PEDAGOGIA SÉRIES INICIAIS

Prática de Ensino na Escola de 1º Grau I.
Carazinho, dezembro de 2001.

INTRODUÇÃO

O presente trabalho é desenvolvido pelas acadêmicas Eliane Maria Machiavelli, Jussara Jacinta Maldaner Santos, Lisete Schmitt e Nadir Ana Maldaner Hammes do Curso de Pedagogia Séries Iniciais do VI nível 2001 da disciplina Prática de Ensino na Escola de 1º grau I, solicitado pelo professor Santos Olavo Misturini da Universidade de Passo Fundo (UPF) Campus Carazinho, realizado na Escola Estadual de Ensino Médio Adão Seger pelas acadêmicas Eliane, Jussara e Lisete; e na Escola Estadual de Ensino Fundamental Frei Anselmo, pela acadêmica Nadir.
Neste trabalho, apresentamos dados históricos, culturais, geográficos do município de Selbach, seguido de uma análise de diferentes aspectos.

1- SELBACH

1.1- ORIGENS E POVOAMENTO

Os latifúndios improdutivos foram vendidos pelos estancieiros a companhias colonizadoras ou a particulares. Neste último, Selbach se enquadrou, cujas terras foram adquiridas em 1897, do Governo Federal pelo Coronel Jacob Selbach Júnior, homem de prestígio político, de importantes responsabilidades republicanas e da confiança do Presidente do Estado, Dr. Júlio Prates Castilhos. Este teve como procurador o Senhor Miguel Matte e como agrimensor, o Senhor Leopoldo Sefrin. Desta maneira formou-se aqui o núcleo inicial de colonização, em 1905, tendo como ápice do maior fluxo de colonização e povoamento nos anos de 1912 e 1914.
Estes pequenos lotes, no meio da floresta que cobria a região, produziam milho, feijão, trigo, fumo, mandioca e batatas e seus compradores deviam preencher exigências, das quais duas eram sumamente importantes e mesmo imprescindíveis a princípio:
a) Ser agricultor (colono): as famílias deviam se comprometer realmente a iniciar o desmatamento do seu lote e, em pequenos roçados, instalar uma agricultura rudimentar de subsistência.
b) Ser católico: a revenda das terras em lotes de colonização somente era feita aos fervorosos seguidores católicos com o objetivo de garantir a instalação do núcleo social em suas glebas. Um local previamente determinado e demarcado foi destinado para a construção da primeira capela e da primeira Escola, sendo que estas assegurariam a convivência religiosa, cultural e tradicional, conservando a população coesa.
c) Preferencialmente alemão: historicamente foram somente alemães que aqui vieram, a questão étnica estava presente e, implicitamente tem a mesma importância que os demais critérios estabelecidos pelo colonizador.
O povoamento iniciou pelos lotes que corriam perpendicularmente aos pequenos cursos d’água e aos “travessões” anteriormente delineados, o que originava as “linhas de moradores”. A partir de 1905, se instalaram os primeiros colonos, todos de descendência germânica: Estevam Sefrin, Jacob Sefrin, Leopoldo Sefrin, Antônio Weiss, Luiz Heine, Nicolau Winck e Jacob Heckmann, no primeiro momento; após, numa segunda etapa os Bogorni, Reis (Rais), Maldaner, Brixner, Werlang, Alexius, Barth, Lütkemeyer, Feldkircher, Englert, entre outros.
Um fato importante para o maior povoamento foi à vinda das Irmãs de Notre Dame, em 1929, para trabalhar em Educação cristã e Saúde. Impulsionado pela Educação aconteceu o povoamento e colonização em sistema de minifúndios, com venda de pequenas porções de terras ainda cobertas de matas, aos descendentes de imigrantes alemães provindos das “Colônias Velhas” de São Leopoldo, Venâncio Aires, Santa Cruz do Sul, Montenegro, São Sebastião do Caí, etc.
A luta pela emancipação registra que até o ano de 1924, Selbach pertenceu ao então distrito de Passo Fundo, denominado Boa Esperança, hoje município de Colorado. Em 09 de agosto de 1924 foi feita a Instalação da Sede Distrital, como 9º Distrito de Passo Fundo sob ato nº 400. Ainda em 1924, o então governador do estado do Rio Grande do Sul, Dr. Antônio Augusto Borges de Medeiros, nomeou o Senhor Willibaldo Klein como Juiz Distrital. Primeiramente a Sede Distrital foi Arroio Grande. Foi João Júlio Becker que transferiu a Sede Distrital para Selbach.
Em 29 de janeiro de 1931 a vila de Selbach passou a ser 4º Distrito de Carazinho, uma vez que Carazinho se emancipara. Na época de 4º Distrito de Carazinho, diversas pessoas estiveram à testa de nossa localidade. Entre eles: Willibaldo Klein, José Marcolino Eckert, João Klein que em 1939, fundou o Tiro de Guerra que abrilhantou muitas festividades cívicas de nossa terra. Após João Klein, estiveram aqui Lúcio de Brito, Affonso Melchior, Olívio Otto, Albino Cardoso, Gustavo Bordan, Lauro Kuhn, Pedro Utzig. Talvez a figura mais conhecida da época tenha sido o Sub-Delegado Peri, que mantinha a ordem com muita energia.
Mais adiante, em 1954, Tapera de desmembrou de Carazinho e Selbach passou a ser o 2º Distrito de Tapera. O 1º Sub-Prefeito desta época foi João Edmundo Klein que cedeu lugar, mais tarde para Adão Seger.
Com a lei nº 4762 de 30 de julho de 1964, a Assembléia Legislativa do Estado ofereceu oportunidade para a criação de novos municípios. Então se formou a Comissão Emancipacionista de Selbach, para pleitear sua independência política, econômica e social, cuja criação deu-se em 22 de setembro de 1965 e a instalação somente veio acontecer no ano seguinte em 13 de maio de 1966.
Antes mesmo da colonização, tem inicio a história religiosa de Selbach. Em 1903, quando ainda se desconhecia a situação legal da maior parte das terras do hoje município e, quando provavelmente, nenhuma família havia se fixado de modo definitivo, o Padre Valentim Rumpel, vigário de Passo Fundo, chegou a Selbach. Ele veio de Saldanha Marinho, a cavalo, seguindo uma picada aberta, no meio da mata. Alojou-se no rancho de um caboclo, onde hoje é a cidade. Ali, em 29 de dezembro de 1903, reza a primeira missa neste lugar.
Numa segunda vez, vindo de Tapera, o Padre Valentino atravessa o Rio Colorado e chega à casa de Jacob Sefrin, à margem direita, onde reza uma missa assistida e cantada pelos poucos alemães que ali moravam.
A preocupação central das famílias alemães é com a educação e fundam uma Escola católica para seus filhos, onde atuaram vários professores, alguns em suas casas, outros na capela construída em 1911 e, mais tarde, na Escola ao lado da Igreja. De 1929 ate 1940, Adão Seger persiste como diretor e professor juntamente com as irmãs de Notre Dame.
Em 1911 é construída a primeira capela, dedicada a São Jacó, onde funcionava o Centro administrativo. A capela servia também de Escola.
Em 1916, Selbach é assolada pelo Tifo. A Igreja apóia e consola a mais de cem famílias atingidas.
Em 1921, inicia-se a construção da atual Igreja, feita de alvenaria. Foram anos de pesados sacrifícios para a população católica e as famílias são solicitadas a dar tudo de si. Algumas se vêem obrigadas a contrair empréstimos para integralizar as contribuições que lhes cabem. Outras dedicam meses de trabalho gratuito, transportando material ou trabalhando na obra. Após uma paralisação de dois anos, devido a problemas no alicerce, a Igreja é finalmente inaugurada em 28 de outubro de 1928.
Em 1929, a comunidade torna-se sede de uma filial da ordem das irmãs de Nossa Senhora Notre Dame. E as Irmãs Rogata, Livária, Imberta fixam residência aqui com objetivos de educar e ensinar religião. Dirigem a Escola Paroquial até 1973, quando esta se torna estadual. Em fevereiro de 1932, a Capela São Tiago, da Colônia Coronel Selbach, sedia o 15º Congresso dos Católicos Alemães do RS. Em janeiro de 1938, o Bispo D. Antônio Reis, de Santa Maria, cria a Paróquia São Tiago, desmembrada de Tapera e Não Me Toque. A partir de 1945, a paróquia passa a ser dirigida pelos padres seculares. O Padre Thomas Karsten é empossado como vigário. Funda, em seguida, a Sociedade Hospitalar São Jacob, inaugurada em janeiro de 1950. Com a criação da Diocese de Passo Fundo, a paróquia de Selbach passa a pertencer a esta, em 1952.
Sucedendo a muitos religiosos, o Padre Claudino Avelino Bervian foi empossado como vigário da Paróquia em setembro de 1955 e até hoje dirige espiritualmente a Comunidade Paroquial São Tiago, bem como as demais capelas do interior do município.

1.2- AS LOCALIDADES – HISTÓRIA E ATUALIDADES

O nosso município apresenta sete localidades que são: Linha Floresta, Bela Vista, São Pascoal, Passo do Padre, Santa Terezinha, Arroio Grande e Santa Isabel.
Porém em ambas ocorreu semelhança em primórdios. Foram surgindo dentre as matas derrubadas substituídas por pequenas plantações de milho (servia de alimento e da palha faziam colchões), feijão, pequenas hortas, e poucas cabeças de gado que auxiliavam e forneciam alimentos. A partir deste momento a vida começava a melhorar.
Em caso de necessidade de médicos deviam ir a cavalo até Não-Me-Toque e mais tarde ata Tapera. Os divertimentos aos domingos dos homens eram jogos de cartas, bocha e bolão e as mulheres reuniam-se para a reza do terço como também faziam os serviços de remendos e também davam maior atenção aos filhos, pois nos outros dias ficavam ao lado do marido trabalhando na roça.
Em todas as comunidades não poderiam faltar festas. As festas mais comemoradas eram a de Páscoa, Kerb e Natal. Nestas serviam vinho, refresco, salada de fruta, cuca e bolachas caseiras. Para atrair mais pessoas faziam um leilão com os prêmios que eram um frango e um leitão assado. Poucos eram os bailes, mas as festas de Igreja eram divertidas.
Seu José Thomas Hammes, um antigo morador da localidade de São Pascoal, comprou seu primeiro carro “29”, e este foi o primeiro carro da comunidade. Também recorda que as viagens em busca da parteira surgiam nas noites de maiores chuvaradas e temporais. Quando, ao anoitecer surgia uma nuvem preta seu José já ficava se preparando e falava para sua Frau (mulher) Olga: – Hoje eu e meu “29” vamos ficar em prontidão.
Maria Olinda Feldckircher nos conta que muitos anos trabalhou como parteira em nossa terra, realizou seu curso de enfermagem e o trabalho de parteira em Santa Maria, lá ajudou a nascer cerca de 200 crianças.
O transporte em Selbach, na época era de carrocinha, diligência ou ainda a cavalo. Quando vinha a cavalo, Maria Olinda ia junto a pé, pois não podia montar, mais tarde uma outra pessoa da comunidade adquiriu um trator e um “29”. Muitas vezes ela precisava ficar na casa da família por dois ou três dias, até que o nenê nascesse. Relata também que em 25 anos de trabalho de parteira, ajudou a nascer cerca de 2000 crianças e com carinho registrou todos em um livro que possui até hoje.
Nos dias de hoje cada localidade possui sua capela católica, com exceção de Arroio Grande que conta com três capelas: Católica, Luterana e Evangélica. Possuem igualmente seus clubes com salão moderno para suas promoções com exceção de São Pascoal, que conta ainda com seu salão comunitário antigo de madeira. Todas as comunidades possuem seu campo de futebol.
Toda a economia está baseada na agricultura. Já há início de diversificação de culturas. A produção leiteira está em alta.
A origem predominante pode-se até falar em exclusividade a germânica, no interior, isto é, nas localidades em pauta.
Todas as famílias do interior do município possuem luz elétrica com exceção de uma – de São Pascoal – motivo: não quer. Já lhe foi oferecidas todas as chances. Não aceita.
As estradas do interior são de chão, sendo que na sede de cada localidade há uma parte pavimentada. Na última assembléia do Orçamento Participativo em nosso município, foi aprovado em 1º lugar, a pavimentação poliédrica que liga a sede com o interior e as cidades vizinhas.

1.3- ASPECTOS GEOGRÁFICOS

Selbach é um pequeno município do Alto Jacuí localizado entre os municípios de Ibirubá, Colorado, Lagoa dos Três Cantos, Tapera, Espumoso, XV de Novembro e Alto Alegre.
O município de Selbach é encontrado na Região do Planalto Médio, mais precisamente na Microrregião número 12 do Rio Grande do Sul, dentro das coordenadas geográficas de Latitude Sul de 28º 34′ e 28º 46′ longitude de 52º 55′ e 53º 02′. Altitude de 500 metros sobre o nível do mar. Selbach apresenta relevo planaltino com ondulações suaves podendo ser aproveitado na sua totalidade para a agricultura mecanizada. (IBGE, 1996).
Possui clima do tipo Temperado Sul-tropical, e no inverno é atingido pelo vento Minuano. A temperatura média no mês mais quente é superior a 22º C, podendo atingir 35º C. No mês mais frio inferior a 18º C atingindo raras vezes 0º C (IBGE, 1996).
A população do município na sua maioria é de origem alemã, encontrando-se também outras etnias como a de origem italiana e de origem negra, onde 2787 pessoas estão na zona urbana correspondendo a 730 famílias e 2070 pessoas na zona rural aproximadamente 650 famílias, perfazendo 4857 habitantes e 1380 famílias conforme dados do Censo Demográfico de 2000.
Possui uma extensão de norte a sul de 24 Km e de leste a oeste 10 Km. Sua área é de 179 Km2.

1.4- PARÓQUIA SÃO TIAGO

A Paróquia São Tiago foi fundada nos anos iniciais do século XX. Em 1928 foi construída a atual Igreja em estilo barroco, cujo mestre foi Carlos Spenthof, ajudado pelo trabalho e dinheiro da população.
Antes de ser Paróquia, Selbach pertenceu à Paróquia de Não-Me-Toque. A localização da sede paroquial é central, pois o colonizador Coronel Jacob Selbach doou uma área central para construir a Igreja e a Casa Paroquial, com a praça defronte e a escola, ao lado mais para noroeste. Até 1960, mais ou menos, as missas eram rezadas em latim. Com a reforma da Igreja pelos Concílios do Vaticano I e II, a Igreja se abriu e iniciou a reza das missas na língua materna do povo.
A Paróquia possui 611 sócios que, na verdade representam 611 famílias. É bem verdade que há famílias com um membro como o caso de viúvas que residem sozinhas, mas elas representam uma minoria de aproximadamente 10%.
Suas datas especiais são: Quarta feira de Cinzas, Domingo de Ramos, Sexta feira Santa, Páscoa, Dia das Mães, Corpus Cristi, Padroeiro São Tiago, Dia dos Pais, Finados, Crismas, 1ª Eucaristia, Ação de Graças e Natal.
A principal fonte de recursos da Igreja é o dízimo. Como as comunidades construíram grandes salões, estes também se transformaram em fontes de renda com a realização de promoções e aluguel de dependências.
A palavra dízimo significa 10% que, em teoria seria a contribuição dos sócios da comunidade paroquial. Mas este valor não é praticado em Selbach. O dízimo pode ser pago em parcelas sucessivas ou parcela única. O valor anual da contribuição obedece a quatro classes e os valores representam entre 35% valor anual, do valor do salário mínimo para a classe mais alta e 10% para a mais baixa.
O padre recebe dois salários mínimos mensais, mais casa, comida e roupa lavada através dos serviços de uma doméstica paga pelo caixa geral. Aos 75 anos, todos os padres e bispos abrem mão de dirigir paróquias e dioceses e cedem lugar a sucessores e passam a residir em hospitais, casas de retiros ou casas de idosos, específicos para o clero. Todos recolhem INSS e são aposentados conforme as leis vigentes. Antigamente havia doações espontâneas dos paroquianos, hoje esse valor é irrisório, pois as pessoas são mais consumistas em favor de suas famílias e pessoalmente.
A Santa Missa encomendada pelos fiéis em favor das almas e dos santos por graças, contribui com o valor de R$ 3,00 por missa. Os batizados são feitos durante a Missa festiva de domingo para sócios em dia com as contribuições. Da mesma forma, as crianças participam das catequeses e Sacramentos da Eucaristia e Crisma. Os encontros de noivos preparam para o matrimônio e a unção dos enfermos, exéquias ofícios tributados aos mortos, também é serviço religioso de direito do sócio. Quando o sócio de outra paróquia solicitar um serviço da nossa paróquia ou vice-versa, é necessária uma autorização local ou da paróquia da sua procedência para a realização dos mesmos.
No caso de haver participação de pessoas muito carentes que não possam contribuir à Igreja, na religião, o batizado destes é realizado em horário alternativo. O mesmo caso atinge às crianças de pessoas não legalmente casadas pela igreja. Certo ou errado, o fato expões a condição humana da própria Igreja católica, em que constatamos que o fator Católico-Igreja estão presentes como forma de discriminação acompanhada da etnia alemã, semelhante ao que aconteceu na nossas colonização-povoamento. Nada, pouco mudou, pois quem não está enquadrado nestes parâmetros é excluído.
Em Selbach realizam-se aproximadamente 35 batizados/ano, 30 a 35 casamentos, ocorrem 25 falecimentos, dos quais 15% representam jovens que se envolvem em acidentes.

1.5- OBJETIVOS E METAS

A Igreja de Selbach seque a rotina das metas determinadas pela Diocese. O Padre Claudino Avelino Bervian tem 74 anos, e quase completa meio século (47 anos), dirigindo a nossa paróquia. O resultado é, liturgias rotineiras e um tanto monótonas na classificação dos jovens. As missões populares que ocorreram neste ano reacenderam a vivência da fé e oração no meio do povo. Espera-se com isso uma maior adesão nos cultos dominicais.
1.6- MOVIMENTOS DA IGREJA

Associação de Santa Isabel
É a reunião de senhoras, de terceira idade, que rezam e apóiam a Igreja em suas necessidades. Tem por costume orar todos os sábados à tarde.

CLJ – Curso de Liderança Juvenil
Trata-se de um grupo de jovens que atuam na comunidade, contribuindo para formação de lideranças num ideal cristão e para a evangelização, com objetivo de promover uma integração responsável e consciente, evangelização com formação de lideranças cristas, atuantes e participativos.
O CLJ se divide em Pré CLJ, que é uma fase de preparação, CLJ Momento (curso), Pós CLJ, que em conjunto formam um grupo com a participação de jovens, os Tios (casais) e o sacerdote.
O 1º curso foi realizado em 1973 na Igreja São Pedro em Porto Alegre. Hoje está em cinco dioceses: Porto Alegre, Novo Hamburgo, Passo Fundo, Frederico Westphalem e Vacaria.
Em Passo Fundo veio em 1985, trazido por Dom Osvino Both. Em nossa cidade veio em 1991. Foi trazido pelo Cursilho (Grupo João Paulo) e o padroeiro do provimento é São Pedro

Cursilho
Movimento de Cursilho de Cristandade foi trazido para Selbach em 1976. É um movimento cristão privado de fiéis leigos e religiosos, com a finalidade de evangelizar os diversos ambientes pelo testemunho e pela ação pessoal. Estes se organizam em grupos para crescer em Piedade, Estudo e Ação. Os grupos reúnem-se ema vez por semana nas residências e com uma reunião mensal no Centro Catequético com todo o grupo.

MFC – Movimento Familiar Cristã
O objetivo do Movimento Familiar Cristã é promover a família em sua íntegra, desenvolvendo seus valores cristãos e humanos, através da evangelização, a formação das pessoas em sua crença, sua tentação para a Pastoral Familiar.
Relação de atividades desenvolvidas pelo MFC de Selbach

1. Encontro de pais e padrinhos para o batismo 9. Missa da Quinta feira Santa
2. Encontro conjugal 10. Batizados comunitários
3. Missa dos namorados 11. Conselho estadual
4. Encontro de namorados 12. Mateada da Família
5. Encontro de noivos 13. Estudo sobre, a importância da Bíblia na família.
6. Semana da família 14. Confraternização seminarista em Tapera
7. Batizados comunitários (não sócios) 15. Piquenique
8. Missa da Sagrada Família 16. Reunião mensal de cada equipe, confraternização, mateada e reflexão nas capelas na semana da família.

Além da Religião Católica, existem outras religiões como Evangélica e Luterana; e crenças como Assembléia de Deus e Deus é Amor com sede própria, mas com um índice bem menor de seguidores.
Entre “os que se dizem católicos”, existe um grupo restrito que praticam espiritismo. Ao nosso ver cada um é livre para trilhar o caminho que deseja para alcançar a sua realização, contanto que respeite o seu semelhante.

1.7- TURISMO

É o conjunto de atividades ligadas à permanência de pessoas em determinados lugares que envolvem aspectos econômicos, sociais, naturais, culturais e lazer. Utilizando serviços ou equipamentos como: restaurantes, bares, lanchonetes, farmácias, hospitais, supermercados, padarias, lojas, oficinas, postos de combustíveis, táxis, ônibus, hotéis, campings, imobiliárias igrejas, festas, rodeios, campeonatos esportivos, passeios em geral…
Diante do exposto surge uma nova categoria, o TURISTA, que é a pessoa que se desloca temporariamente para fora do seu lugar de residência fixa, utilizando serviços ou equipamentos turísticos, por diversos motivos, como: lazer, estudo, saúde, negócios, religião, entre outros que determinam diferentes tipos de turismo, realizando gastos de qualquer espécie.
O turismo serve para:
•Melhorar a qualidade de vida de nossa comunidade.
•Estimula a melhoria da auto estima da comunidade local, compreensão, comunicação e troca de experiências entre pessoas de diversas origens.
•O turismo é o maior gerador de empregos do mundo. A cada dez empregos, um está ligado a indústria do turismo.
Quanto mais turista houver, mais empresas surgirão para atende-lo. Mais empresas significa mais empregos. Quanto mais empregos forem gerados, maior é a renda familiar, com isso pode-se fazer mais compras, investir em casa e no seu lazer, provocando um grande giro de capital.
O município de Selbach já tem o selo de município prioritário para o desenvolvimento do turismo, reconhecido pela EMBRATUR, desde o ano de 1997 até hoje, 2001. O turismo gera empregos diretos (hotéis, restaurantes, empresas aéreas e agencias de viagens) e indiretos (indústria, comércio, agricultura e outros).
Entre nossos principais atrativos turísticos estão:

1. Igreja Matriz São Tiago 2. Praça João XXIII
3. Recanto do Mel – Henigeche (canto do mel) 4. Camping Cristal
5. Camping Vale Verde 6. Camping Pitangueiras
7. Monumento do Trator 8. Monumento do Imigrante
9. Gruta Nossa Senhora de Lurdes 10. Capitel São Cristóvão
11. Sala do Artesão 12. Hotel Requinte

1.8- ROTA DAS TERRAS

Visando desenvolver e despertar as potencialidades, buscando alternativas de desenvolvimento na nossa região, Selbach integrou-se no Consorcio Desenvolvimento Sustentável – Condesus Rota das Terras, atualmente composto por 20 municípios da região: Panambi, Santa Bárbara do Sul, Saldanha Marinho, Carazinho, Não-Me-Toque, Vitor Graeff, Lagoa dos Três Cantos, Tapera, Fortaleza dos Valos, Quinze de Novembro, Espumoso, Campos Borges, Salto do Jacuí, Júlio de Castilhos, Cruz Alta, Ijuí, Colorado e Selbach.
Para tanto os municípios integrantes apresentam suas características e seus pontos turísticos ressaltando suas tradições gaúchas, diversas etnias, patrimônio histórico e cultural marcantes, a religiosidade do seu povo, natureza exuberante, gastronomia típica do imigrante e festas populares, artesanato, feiras e exposições, agricultura com alta tecnologia e a melhoria da bacia leiteira.
Resultado de um trabalho árduo e destinado a evidenciar a força do turismo em nosso município, surgiu dois estabelecimentos:

Honigecke – Recanto Do Mel
Empreendimento ímpar na região, com infraestrutura típica alemã, localizado na RS 223 Km 37, servindo um tradicional café colonial com produtos provindos da região Rota das Terras, tais como: mel, queijos, cucas recheadas, schimiers (geléias), licores, requeijão, pão e bolachas caseiras, salames, rapaduras, vinhos, conservas, morcilhas, torresmos, etc. Oferece em anexo artigos de artesanato, floricultura com produção de mudas de hortaliças e flores anuais tipo amor-perfeito, boca de leão, e outras variedades.
Surgiu da idéia amadurecida e estudada pela família Werlang há cinco anos atrás, depois de adquirida a área referida. Realizaram várias pesquisas, sabendo que neste trecho entre Passo Fundo e Santa Maria não havia nenhum empreendimento semelhante a esse. Diante da possibilidade de mão de obra familiar, e frente à necessidade a necessidade de trabalho dos mesmos, estes optaram por esse tipo de empreendimento que alem de emprego direto, apresenta-se como uma forma de desenvolver a sua propriedade rural, pela oferta de produtos coloniais.
Através deste empreendimento, procura-se engajar o município junto a Rota das Terras, demonstrando suas potencialidades, principalmente pelas pessoas que transitam nesta área, divulgando desta maneira não só o “Recanto”, mas também o município e o seu povo. Procura-se também fornecer um ponto de referência aos viajantes. Além de favorecer o “Recanto”, a exposição e oferta de produtos, desenvolve e estimula um maior desenvolvimento das atividades do proprietário rural.
Este empreendimento beneficia diretamente um conjunto de 20 famílias rurais fornecendo e vendendo seus produtos, e indiretamente o município também se beneficia através do retorno de impostos.
A empresa nos informou que foram várias dificuldades encontradas, entre elas:
•Na implantação do projeto, foram encontradas dificuldades junto ao DAER, devido a sua localização estratégica entre os dois acessos a cidade, bem como demais entradas;
•Obtenção de produtos de qualidade, acessibilidade de preço e variedade;
•Conquistar a credibilidade e confiança do público municipal e regional, devido à idéia inovadora do projeto;
•Obtenção de linha telefônica;

Hotel Requinte
O Hotel Requinte teve sua fundação no dia 03 de agosto de 1996, surgindo da necessidade e carência de hotéis na região. Possui um total de 27 leitos distribuídos entre apartamentos de luxo, apartamento standard e quartos simples.
Oferece serviços de pernoite com café da manhã, café colonial à noite com sopa de capelette, cucas, lingüiças fervidas, pastéis, bolos, etc.
Atualmente conta com quatro funcionários afetivos, sob supervisão da proprietária Liane da Costa, atendendo na sua maioria pessoas de outras cidades e regiões e muito pouco cidadãos selbachense.
O Hotel está informatizado para agilizar o atendimento, o qual é de boa qualidade e existe projeção de ampliação da área com instalação de sala de reuniões, pois seque o principio de sempre buscar melhorias e abranger novos clientes, sempre preocupados com a satisfação do cliente.
A proprietária informou também que dentre as dificuldades encontradas aponta carência de mão de obra qualificada, fornecedores de energia precária, sistema de telefonia deficitária, falta de recursos para conduzir o negocio, custos fixos muito elevados, baixo capital de giro etc…
No entanto cabe ressaltar que “o trabalho é gratificante através do contato com o público (lado humano) que fala muito alto. É um trabalho muito gostoso”, relata a proprietária.

1.9- TRADIÇÃO, CULTURA E LAZER

Nossa colonização, no final do século XIX, quando a colônia pertencente ao Coronel Jacob Selbach Júnior foi dividida em lotes e vendidas a colonos de origem alemã, recebeu forte influência da tradição alemã, destacando-se as culturas alemã e gauchesca.
Inicialmente foram surgindo propriedades isoladas na mata virgem, que originaram pequenos povoados, onde os próprios moradores construíram uma escola, uma Igreja e uma “venda” para vender e comprar os produtos da colônia. Os colonos católicos e alemães plantavam suas terras cultivando trigo, milho, batatinha, batata doce e mandioca. Imprimiram nesta terra as marcas de sua fé, sua cultura, sua língua e vivência cuja herança ainda caracteriza a atual população do município de Selbach.
A Festa Do Kerb
O Kerb era uma festa de devoção e fé de tradição alemã. Em nosso município, continua-se a homenagear no dia 25 de julho o Padroeiro São Tiago, sendo padroeiro da paróquia e do município de Selbach. Ao se aproximar à festa do Kerb era costume fazer-se uma faxina geral, desde lavar paredes, forros, limpar varandas e pátios. Oportunidade em que as moças ganhavam vestidos novos.
Os preparativos de fato eram grandes, as pessoas envolvidas esperavam parentes e amigos das Colônias Velhas e localidades vizinhas, com muita alegria, disposição e animação.
A festa durava três dias. No primeiro dia, celebrava-se uma missa solene às dez horas da manhã, na Igreja Matriz onde participava muita gente, tanto da cidade quanto do interior. As pessoas deslocavam-se a pé, em grupos, a cavalo, de “aranha” ou até mesmo de caminhão para a missa.
Com sua comida farta e bebida caseira, seus bailes iniciados ao entardecer representavam a celebração das colheitas e alegria do reencontro com as demais famílias que moravam em povoados vizinhos. A língua alemã era falada no dia a dia. A língua portuguesa só era aprendida na escola comunitária.

A Sociedade Cultural Nova Aliança
A união na solução dos problemas, a fé, o amor ao trabalho árduo, o espírito de sacrifício, a alegria, a cantoria, o baile com danças típicas como a valsa da vassoura, a Polonaise, o Herr Schmitt, o Hacke Schotis, constituíam um fundamento cultural que ainda hoje é valorizado e celebrado. A Sociedade Cultural Nova Aliança fundada no final dos anos 80 (1989), surgiu para resgatar a cultura alemã no que tange a comidas típicas, danças características, roupas do folclore alemão e ao próprio ensino da língua alemã nas escolas municipais e em grupos urbanos. A meta desta sociedade é construir a casa da cultura alemã e formar uma parceria para fundar a Rádio Comunitária, projeto este, que sabemos, se fundamenta primordialmente na cultura do povo.
A presença da batatinha no cardápio, as cucas recheadas, a Spritzbier, as bolachas, as sopas são sinais vivos da herança culinária dos alemães.
O cultivo da terra ainda hoje representa a maior fonte de renda do município, também uma herança. Muitos imigrantes da grande Soledade migraram para Selbach nos últimos 20 anos, mas eles não cultivam a terra: compõe, isto sim o percentual de assalariados para mão de obra não qualificada dentro do setor urbano.
Alguns fatores que enfraquecem e dispersam a cultura alemã:
Os preceitos religiosos ainda são observados por grande parte da população. Basta dizer que os descendentes alemães vão regularmente na missa dominical e suas famílias são uniões mais estáveis quando comparadas com as famílias dos imigrantes brasileiros de Tunas, Espumoso, Barros Cassal e Soledade, geralmente com poder aquisitivo baixo enfrentando grandes dificuldades para criar seus filhos e muitas vezes sem renda fixa e com ausência de figura paterna. Esta é a razão porque os costumes estão mudando. O uso de drogas, pequenas delinqüências já fazem parte da vida da comunidade e aos poucos, as tradições alemãs vão se enfraquecendo, absorvidas pela mestiçagem de outras raças, culturas e religiões.

Coral Municipal São Gregório
No dia 12/06/90, foi criado o Coral Municipal de Selbach, na administração do então prefeito João Manoel Huppes e neste comemora e festeja 11 anos. O Coral Municipal foi criado com os objetivos de desenvolver a cultura artística do município; cantar em concertos, datas festivas, excursões, festivais de coros, missas festivas e datas religiosas; cultuar o canto coral como forma de estimulo a cultura e motivar jovens a participar do coral.
O primeiro ensaio aconteceu no dia 18/06/90, com a participação de 40 coristas e do maestro Nicétio Endler, dirigente do Coral até a data de hoje.
A primeira apresentação ao público foi no dia 24/10/90, por ocasião da Blumenfest in Selbach Stadt.
O Coral Municipal São Gregório está filiado à Federação dos Coros do Rio Grande do Sul – FECORGS, tendo participado de três festivais promovidos pela FECORGS. Em 1991, na cidade de Carazinho, obteve o segundo lugar. Em 1992, na cidade de Erechim obteve o primeiro lugar e, em 1998, na cidade de Tupanciretã, mais uma vez classificou-se em primeiro lugar o que para a administração municipal e para o coral é motivo de orgulho, e cada vez mais mostra a qualidade do coral.
Atualmente, o Coral Municipal São Gregório é composto por 36 coristas, que se reúnem semanalmente e gratuitamente, para seus ensaios, possui um vasto repertório com músicas sacras e profanas.

Coral Encanto Jovem
Em março de 1994 Marilena Muller tratou de viabilizar a sua idéia de fundar um Coral jovem. Pediu apoio as várias lideranças, mas continuou caminhando sozinha até julho do mesmo ano. Aí convidou algumas dezenas de pais para uma reunião. Compareceram Brotásio Schneider, Celita Ruviaro, Clací Maldaner, Dolores Raber e Rosane Sgari Szilagyi, que, junto com Marilena Muller, tocaram a idéia adiante. Em assembléia este grupo inicial foi confirmado como Grupo Coordenador. E mais de 50 crianças e jovens iniciaram a escola do canto coral sob os ensinamentos Nicétio Endler.
E este valente grupo de coordenação esteve presente na aula semanal para apoiar e controlar o Coral Encanto Jovem. Em vista de sua ótima qualidade e competência o Coral recebeu vários convites para apresentações em eventos locais e em cidades vizinhas, revelando seus talentos.
No início este coral era mantido por contribuições de cada integrante, mensalidades por aproximadamente dois anos. Mais tarde a Escola Estadual de Ensino Médio Adão Seger mostrou interesse em manter o Coral Encanto Jovem que integra os projetos da escola sob a coordenação de Nei Schneider.

Associação De Artesãos
A Associação de Artesãos em Selbach teve sua fundação em 11/06/90 e tem como objetivos desenvolver atividades sociais, culturais e de trabalho, com valorização da pessoa humana, como um todo; e realizar atividades que possibilitem o aprendizado, o aprimoramento do artesanato.
A Associação dos Artesãos é composta por 40 associados, destes 22 são ativos mantendo em funcionamento a Sala do Artesão com vendas de artesanato para o município e a região.
Ela procura manter a arte que vem desde o imigrante e que ao passar do tempo foi aperfeiçoada e hoje é destaque por sua originalidade, criatividade e perfeição.
Nosso artesanato realizado seve para enfeitar, ornamentar, resgatar culturas e auxiliar na economia familiar do artesão.
Alem da sala do artesão que é cedida pela Prefeitura Municipal, a entidade participa de eventos culturais do município e realiza vendas na Blumenfest que ocorre de dois em dois anos.
Todos os seus associados possuem sua carteira de registro da fundação gaúcha do trabalho. De todas a vendas realizadas, 5% é destinado à associação, sendo hoje considerada uma microempresa.

CTG Estância Do Imigrante
O Centro de Tradições Gaúchas – CTG, é uma entidade sócio-cultural que tem por motivo de sua existência o culto às tradições do povo do RS. Sendo de legítima importância para a comunidade já que na transmissão de cultura gaúcha tem por base valores sólidos e consistentes da formação da pessoa humana.
O CTG Estância do Imigrante, em seu vigésimo ano de fundação para a comunidade selbachense tem importante papel na formação de valores para as crianças e jovens. Entretanto, o CTG é também importante como atividade de lazer e recreação sadia.
O trabalho sério do Movimento Tradicionalista Gaúcho – MTG, foi consagrado como o maior movimento organizado do mundo, sendo um movimento que vem crescendo em número e participação dos jovens. Este movimento atrai, cada vez mais jovens para atividades sadias que desenvolvem uma consciência de preservação da cultura gaúcha.
A cultura está se expandindo em nosso município, sendo que por duas vezes prendas do nosso CTG conquistaram o título de 1ª Prenda Regional Adulta e uma delas recebeu o título de 3ª Prenda do Rio Grande do Sul.

Rodeio Crioulo
No município existe o Grupo de Cavalarianos e o CTG Estância do Imigrante que uma vez por ano unem-se para realizar o Rodeio Crioulo Interestadual. O Rodeio tem por característica fazer com que as pessoas revivam o dia a dia dos antigos peões de estância do RS. Durante os dias em que ele é realizado, representantes de vários CTG’s e Piquetes da região vem até o Parque de Rodeios para participarem das provas campeiras e artísticas.
As provas campeiras consistem no tiro de laço, gineteada e jogo de argolas. Elas são realizadas geralmente por homens, tanto jovens, quanto velhos.
As provas artísticas envolvem tanto peões quanto prendas, que participam dos concursos de danças, declamações, canto e trova.
Em uma cidade pequena como a de Selbach, não há muitas opções de lazer, por isso o Rodeio é uma das principais atrações do município que despertam tanto o lazer e nossas tradições como forma de admira-las e cultuá-las.

Grupo De Cavalarianos
Criado (em Selbach funciona a mais ou menos cinco anos), por pessoas interessadas em resgatar o tradicionalismo, na sua expressão campeira. A princípio, numa região de colonização alemã, esta não é uma atividade comum, pois o cavalo era meio de transporte e força de trabalho.
A razão primeiro do tradicionalismo gaúcho é a perfeita simbiose entre homem-animal-natureza de forma a viver o equilíbrio e a interação dos valores rurais.
O resgate dos valores explica a tendência da volta às origens, hoje vista como a volta do ser, nos cuidados com os animais e a natureza como valor que perpassará as gerações.
Em Selbach, o grupo de cavalarianos é um grupo de departamento ativo do CTG Estância do Imigrante que, semanalmente desenvolve atividades em grupos, com cavalgadas. Por vezes participa de eventos regionais e até estaduais cujo programa é parte das atividades do MTG – RS.
Na opinião dos participantes, a cavalgada reúne prazer e lazer, amizade e cultivo aos animais e, sobretudo de valor a natureza com a intenção de sua preservação. Em Selbach hoje, o grupo tem média 50 integrante.

Glube Aquático Royal
É uma entidade particular com 210 sócios, desde 1928, oferecendo atividades recreativas, esportivas de lazer e tranqüilidade através de piscina, bocha, bola sete, vôlei de areia, academia de ginástica, sauna, camping, ping-pong, snooke, hidroginástica.
Seu presidente atual é o Sr. Ilvo Aloísio Barth, inclusive com mandato consecutivo, e seu funcionamento é todo o ano, porem cabe ressaltar que seu ápice se dá no verão quando acontece a abertura da temporada da piscina.

Lions Club
O Lions Club tem por objetivos CRIAR e fomentar um espírito de compreensão entre os povos da terra; PROMOVER os princípios de bom governo e boa cidadania; INTERESSAR-SE ativamente pelo bem estar cívico cultural, social e moral da comunidade; UNIR os clubes com laços de amizade, bom companheirismo e compreensão recíproca; PROMOVER um fórum para livre discussão dos assuntos de interesse público, excetuando-se os assuntos de ordem política e religiosa, os quais não devem ser discutidos pelos sócios do clube; ENCORAJAR homens de mentalidade de serviço a servir suas comunidade sem recompensa financeira pessoal, estimular a eficiência e promover elevado padrão de ética no comércio, indústria, profissões, serviços públicos e empreendimentos privados.
Possui como missão criar e fomentar um espírito de compreensão entre todos os povos para atender as necessidades humanitárias oferecendo serviço voluntário através do envolvimento na comunidade e da cooperação internacional.
Dentre as contribuições culturais que o Lions Club de Selbach deixou para este município é a criação da Blumenfest, Festa das Flores que até hoje ainda acontece. Das contribuições sócio-finaceiras podemos relacionar como:
Testes de acuidade visual, consultas nas áreas de oftalmologia, pediatria, psicologia, odontologia e clinica geral;
Realização de palestras no município, região e estado;
Doações em ranchos, uniformes escolares, calçados, dinheiro, roupas, material pedagógico escolar, caixa de engraxate, óculos, armações de óculos, utensílios escolares, móveis aberturas, acolchoados, cobertores, roupas de cama, cestas básicas campanhas de agasalhos;
Promoveu chás beneficentes com desfiles de moda jantares beneficentes, rifas, bingos e bailes;
Campanhas: para aquisição de enxovais para o hospital São Jacob, antidrogas, sinalização de estradas, ecológica (conscientização), natal da criança pobre, pedágios e feijoada do papai;
Possui atualmente 19 cadeiras de rodas por eles adquiridas e emprestadas, motivo de orgulho e fruto de grande dedicação e empenho.

Leo Clube
O Leo Clube de Selbach é um clube de serviços formado por jovens de 12 a 28 anos, que possuem entusiasmo, dinamismo e força de vontade em ajudar o próximo sem se preocupar com o que receberá em troca, auxiliando a comunidade e o próximo criando nele próprio espírito de liderança, experiência e oportunidade, lema do Leo Clube.
Em nossa comunidade tem como finalidade promover atividades de serviço entre a comunidade, tendo como conseqüência o desenvolvimento das qualidades individuais dos sócios. Unir os sócios pelos laços de amizade e compreensão mutua tornando-os participantes e conscientes dos problemas sociais. Criar condições para que os jovens tornem-se lideres e conheçam a si mesmos, para que possam vir a ser elementos ativos inteirados de suas responsabilidades como integrantes das comunidades.
O grupo trás como benefícios à comunidade selbachense a tomada de atitudes frente à necessidade observada junto com a mesma. Os fatores que determinam quais as atividades a serem promovidas pelo Leo Clube são a seguintes:
As necessidades da comunidade;
Interesses, habilidades e imaginação dos sócios.
A partir daí, as campanhas são ilimitadas, combate as drogas, ao fumo, visita a orfanatos e asilos, campanhas de cidadania e civismo, conscientização sobre a AIDS e outras doenças, promoção de palestras a população, etc.
O primeiro Leo Clube no mundo foi organizado pelo Lions Club de Clecinder, Pensilvânia EUA, em cinco de dezembro de 1957, quando aqueles leões achavam que deveriam aproveitar a alegria, o entusiasmo e o dinamismo dos jovens para se dedicarem ao serviço desinteressado. Aquele primeiro Leo Clube foi formado a partir de um time de basquete. A partir daí a idéia foi se espalhando pelos EUA e pelo mundo atualmente existem quase cinco mil clubes com mais de 120 mil sócios em 115 países. O Leo Clube chegou ao Brasil em 1969 com a fundação do Leo Clube de Maceió – Lagoa em Alagoas, hoje existem perto de 450 clubes.

1.10- PRINCIPAIS EVENTOS

De modo geral, os eventos municipais são realizados como forma de integração, divulgação de nossa cultura e promover momento de lazer e descontração.
Abaixo segue a relação dos principais eventos, mês a mês para o ano de 2001.
CALENDARIO DE EVENTOS DO MUNICIPIO DE SELBACH
PRINCIPAIS PROMOÇÕES 2001
MESES DATA PROMOÇÕES
JANEIRO 1º Festa Tradicional das Três Comunidades Arroio Grande
19 a 21 Kerb da Comunidade Distrito Floresta
26 a 28 Rodeio do C. T. G. Estância do Imigrante
FEVEREIRO 3 Festival do Chopp de Santa Teresinha
11 Festa do Clube de Mães de Linha Garibaldi
25 Carnaval do Distrito Floresta
27 Carnaval do Distrito Arroio Grande
MARÇO 17 Fandango do C. T. G. Estância do Imigrante
ABRIL 7 Domingo de Ramos no Distrito Floresta
MAIO 12 Concerto de maio – Corais
JUNHO 2 Baile Das Rosas
9 e 10 Encontro de Mulheres – STR
22 Festa Junina – Adão Seger
23 Festa Junina – Bela Vista e Arroio Grande
29 Festa Junina – Escola Frei Anselmo – Floresta
30 Jantar Dançante da Sociedade Cultural Nova Aliança
JULHO 15 Festa Da Padroeira Nossa Senhora do Carmo – Garibaldi
20 Baile do Kerb – Comunidade São Tiago
21 Baile do Kerb – Comunidade São Tiago
22 Comunidade São Tiago – Kerb
28 Festival do Chopp Claro e Escuro – Distrito Floresta
AGOSTO 10 Jantar do Papai – Lions Clube
11 Baile de Escolha da Rainha Exposelbach
17 Kerb – Passo do Padre
18 Baile do Kerb – Comunidade Passo do Padre
SETEMBRO 9 Tradicional Festa das Três Comunidades de Arroio Grande
12 a 20 Semana Farroupilha
21 a 23 Data reservada ao Aniversário do Município
OUTUBRO 5 a 7 Kerb em Santa Teresinha
12 a 14 Kerb em Arroio Grande
19 a 21 Kerb em Bela Vista
27 Baile do Chopp do STR
28 Baile da 3ª Idade em Arroio Grande
NOVEMBRO 3 Festival do Chopp em Garibaldi
9 Baile – Debut do Clube Aquático Royal
23 a 25 Selbachfest
DEZEMBRO 1 Baile das Três Comunidades Arroio Grande
8 Fandango C. T. G.
9 Festa – Gruta São Pascoal
24 Baile de Natal no Distrito Floresta

Gostaríamos de citar a realização da 1ª SELBACHFEST
Devido ao grande número de clubes e entidades de caráter recreativos, educativos e esportivos do nosso município, e não menos importantes do que acima explanados, gostaríamos também de cita-los para fins de conhecimento.
CTG Estância do Imigrante;
Coral Municipal São Gregório (adulto);
Coral Municipal Encanto Jovem (juvenil);
Grupo da terceira idade;
Conjuntos musicais;
Clubes de futebol;
Grupo de danças folclóricas gauchescas;
Grupo de danças folclóricas alemãs (Nova Aliança);
Blocos carnavalescos;
Grupo de cavalarianos;
Conselho Municipal de desportos;
Clube de damas;
Grupos de bochas;
Grupos de bolão;
Grupos de baralho;
Grupo de víspora;

1.11- EDUCAÇÃO MUNICIPAL

Na rede de ensino municipal podemos observar que existe um planejamento curricular e sistêmico com qualificação técnica dos professores sob supervisão constante e controle, avaliação do ensino-aprendizagem.
Possuímos um baixo índice de analfabetismo, em torno de 4% sendo que este já foi bem menor, mas devido a grande afluência de famílias – quase sempre carentes – ao município aumenta este percentual.
Segundo o artigo 62 da LDB (lei 9394), dispõe que a formação de docentes para atuar na educação básica far-se-á em nível superior em curso de licenciatura e graduação plena em universidades e instituições superiores, admitida como formação mínima para o exercício do magistério na educação infantil nas quatro primeiras series do ensino fundamental.
Em vista disso, muitos funcionários estão buscando a atualização necessária.

Escolas Municipais Educação Infantil Ensino Fundamental Total
Escola Municipal de Ensino Fundamental – São Luís 04 24 28
Escola Municipal de Ensino Fundamental Aníbal Magni – Arroio Grande 27 136 163
Escola Municipal de Educação Infantil A Sementinha 115 115
Escola Municipal de Educação Infantil Nossa Senhora Maria Auxiliadora 53 53
TOTAL 199 160 359

As escolas das localidades de Santa Terezinha, Passo do Padre e Santa Isabel foram extintas pelo decreto nº 032/98, em 15/12/98, por apresentarem um pequeno número de alunos, os quais atualmente são transportados gratuitamente pela Prefeitura Municipal a outras escolas municipais.
Igualmente aconteceu com a escola da localidade de São Pascoal através do decreto nº 027/98 e da mesma forma foi resolvido o problema.
O transporte dos alunos de todos os níveis (infantil, fundamental e médio) é realizado pela Prefeitura Municipal sem custos aos estudantes, visto ter dois micro-ônibus e duas Kombis. Possui também algumas linhas que são terceirizadas, ou seja, paga aos donos dos veículos (dois ônibus e um micro-ônibus) por Km/rodado, com o objetivo de reduzir os gastos.
Todos os motoristas tanto os funcionários municipais como os terceirizados, estão cientes de sua responsabilidade no transporte dos alunos, e o fazem com esmero e bom desempenho de suas funções mantendo sempre em dia os seus veículos.
Conforme Diretrizes Orçamentárias, de todo o orçamento anual, 25 % destina-se a educação por exigência da lei orgânica e lei de diretrizes básicas – LDB e este é utilizado no pagamento dos funcionários (professores, motoristas, auxiliares de serviços gerais) nas despesas de material didático permanente, de consumo, transporte escolar e manutenção das escolas.
A Secretaria Municipal de educação e cultura tem como metas projetos encaminhados para alcançar um maior número de alunos com sucesso escolar e atender melhor a população que tem dificuldade de tempo e outros em atender seus filhos. Também possui projetos que visam a educação ambiental da população do nosso município entre outros mais específicos para cada escola.
Algumas dificuldades encontradas pela secretaria são o acesso a livros mais atuais para estudo e atualização dos professores e a educação não é prioridade de maneira geral (pais – sociedade – governos).

1.12- AGRICULTURA, INDÚSTRIA E COMÉRCIO

Dentre as principais atividades econômicas podemos destacar a agropecuária, indústria, comércio e prestação de serviços.
As atividades econômicas e habilidades produtivas encontradas no nosso município são:
No Setor Primário: soja, leite, gado, trigo, cevada, carnes, madeira, lenha, milho, suíno – cultura, apicultura, cunicultura.
No Setor Secundário: olaria, movelaria, frigorífico, panificadora, fundição de metais, serraria, abatedouro de animais, marcenaria, metalúrgica, esquadrias, confecções, artesanato, fábrica de implementos, artefatos.
No Setor Terciário: transporte, cooperativas, aposentadorias, bancos, hospitais, oficinas, armazenagem, comércio de grãos, lojas de mercados, saúde, educação, construção civil, prestação de serviços, profissionais liberais e autônomos, funcionários públicos e de empresas privadas.
Percentual da população ocupada nos setores: Primário 63,88 %, Secundário 48,92 % e Terciário 51,08 %.
É grande a exploração agrícola no município, devido às condições topográficas favoráveis, com isso o uso de agrotóxicos é intensivo e muitas vezes indiscriminado e descuidado. Trabalhos têm sido feitos no sentido de conscientizar o uso do produto e no descarte de embalagens através de campanhas para a realização da tríplice lavagem e posterior recolhimento para reciclagem.
O governo municipal através da lei nº 1050 de 08/06/1999, na qual determina a concessão de incentivos e doação de área para empresas industriais que queiram instalar-se no Distrito Industrial deste município. O referido projeto já esta em andamento com seis empresas instaladas, todas selbachenses, que alem da área receberam infra-estrutura como (água e luz instaladas, terraplanagem e demais serviços que a Prefeitura Municipal tenha condições de prestar).
O nível sócio-econômico da comunidade é razoável. Há um crescimento sensível da classe carente, provocado pelo êxodo rural das famílias vindas de outras comunidades a procura de serviço, tornando-se diaristas, biscateiros, safristas e desempregados. Outro fator é a pouca rentabilidade da atividade agrícola com constantes frustrações e oscilações do mercado financeiro. A base da economia é a cultura da soja, milho e do trigo, com diversificação da produção, desenvolvendo-se uma forte bacia leiteira, criação de suínos, peixes e aves, com associação dos agricultores em condomínios.
Selbach é um município que fundamenta sua economia, primordialmente na agricultura, graças à fertilidade e topografia do solo; a inexistência de queimadas e o plantio direto. A indústria e comércio estão atingindo, nos últimos anos, um crescimento visível.
A agricultura, embora atravessando uma fase crítica, provocada pela monocultura da soja, está buscando saídas na diversificação de culturas. A produção do leite é uma meta de maior penetração em nosso interior e possibilita um rendimento mensal a família.
Convém lembrar ainda que Selbach conquistou o titulo de capital da produtividade agrícola. É necessário agora, que trabalhamos afoitamente para conserva-lo, aumentando a nossa produtividade por área, através da conservação do solo e não esquecendo a conservação do meio ambiente, a fim de que amanhã e depois a nossa mesa encontra-se farta de alimentos aqui produzidos, mas alimentos não contaminados.
Nosso município também pode ser apontado, como um fator positivo, a crescente consciência ecológica, a existência do Clube Amigos da Terra, e os seminários do PRODER indicaram a possibilidade e viabilidade de desenvolvimento do setor de floricultura. Também engajado na consciência ecológica está a EMATER envolvida no Projeto Pró-Guaíba.

1.13- SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Selbach, filiado a FETAG, assumiu a missão de “Coordenar e mobilizar a categoria dos trabalhadores rurais a partir dos problemas sentidos e vividos, centrando a ação na construção de um modelo alternativo de desenvolvimento, tendo presente à organização e o crescimento da consciência de classe cujo objetivo maior é uma sociedade mais justa e igualitária”.
O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Selbach tem como objetivo garantir os direitos e levar em frente às reivindicações dos associados e seus familiares, realizando um amplo trabalho de defesa da implantação de um novo modelo de desenvolvimento local e sustentável, baseado na agricultura familiar num projeto alternativo.
Nem a Política Agrícola por parte do Governo Federal foi favorável tão pouco foi o fator climático, que assolaram e acresceram ainda mais as dividas dos trabalhadores rurais, que vem batalhando para manter-se no seu ramo sem expectativas de maiores lucros. Nosso sindicato trabalha na montagem de processo e encaminhamento de aposentadoria, pensão, auxilio doença, acidente de trabalho e salário-maternidade, e acompanha as pessoas junto a agência, orientando e prestando todo atendimento para a obtenção do beneficio.
Participa anualmente das comemorações do DIA INTERNACIONAL DA MULHER, dia 08/03 como forma de valorização às mulheres trabalhadoras rurais do nosso município.
Realizam reuniões em todas as localidades do interior e na cidade, para todos os agricultores e mulheres trabalhadoras rurais, com o objetivo de levar informações do interesse da classe rural.
Servem de intermediário para a negociação do Sistema Troca – Troca de semente de milho para seus associados e adquiriu um computador para agilizar e melhorar o trabalho desenvolvido para os seus associados.
O presente do Sindicato atuou como Coordenador da Regional Sindical Alto Jacuí além de fazer parte da Comissão da Política Agrícola e de Finanças e a Vice – Presidente na Comissão Das Trabalhadoras Rurais da Regional. Da mesma forma um membro da diretoria do Sindicato participa em todos os conselhos municipais e três delegados do Orçamento Participativo.

1.14- PRODER

A administração atual preocupada em realizar a expansão em nosso município aderiu ao PRODER, programa de mobilização comunitária desenvolvido pelo sistema SEBRAE para estimular o desenvolvimento do município, com o pleno aproveitamento das suas potencialidades.
Este programa visa a melhoria da qualidade de vida da população das comunidades atendidas e identifica e avalia os pontos fortes e as oportunidades do município; estimula novos empreendedores e empreendimentos a conquistar seu espaço; fortalece os empreendimentos já existentes; gera novos postos de trabalho com a captação de novos investimentos para a comunidade.
A implementação deste programa se dá através de reuniões, palestras, treinamento e todas as ações voltadas para o desenvolvimento da comunidade, com a participação de empreendedores, assessores municipais, vereadores, lideranças formais e informais, trabalhadores, produtores rurais, entidades de ensino, cooperativas, representantes de bancos oficiais, sindicatos, associações, órgãos estaduais, profissionais autônomos integrantes de nossa comunidade.
Este programa vem apontando resultados significativos, tais como:
– Fixação do homem na comunidade;
– Aumento de arrecadação do município;
– Geração de trabalho com conseqüente incremento da renda da comunidade e a redução dos índices de pobreza;
– A criação e expansão de empreendimentos.

1.15- ORÇAMENTO PARTICIPATIVO

O orçamento público é uma lei que estima a receita e fixa a despesa pública para o ano seguinte. Esta elaboração parte das atribuições do governo estadual e das diretrizes e prioridades definidas pelo orçamento participativo.

Orçamento Do Estado Para 2001
Ao longo de cinco meses – de março a julho de 2000 – cerca de 190 mil gaúchos debateram e opinaram sobre o orçamento do estado para o ano de 2001 em 644 assembléias públicas abertas a todos os cidadãos, nos 467 municípios do estado. Os números do orçamento, que sempre estiveram fora do alcance da população são agora do conhecimento público.
Na elaboração coletiva do orçamento levou-se em conta as dificuldades financeiras do Estado, que resultam da ocorrência dos últimos anos, de sucessivos e crescentes déficits (despesa maior que a receita), agravados pelos comprometimentos excessivos da receita pública com o pagamento do serviço da dívida com a união.
Neste contexto, a população foi esclarecida sobre a receita e a despesa do Estado, as dificuldades financeiras que o RS atravessa e definiu suas prioridades, apontando em quais áreas é mais importante e urgente a aplicação dos recursos públicos. Está previsto no orçamento do Estado, consolidado um valor total de R$ 8,8 bilhões. Destes R$ 738 milhões são destinados a investimentos.
Nas assembléias públicas, a população apontou que as verbas públicas devem ser destinadas prioritariamente, para projetos, obras e serviços públicos, na agricultura, educação e saúde.
Nas assembléias públicas da base temática do desenvolvimento do Rio Grande do Sul, os cidadãos gaúchos definiram prioritários os programas e projetos de desenvolvimento, respectivamente, nos temas de agricultura, (apoio à agroindústria, crédito rural, agroecologia, reforma agrária, etc); geração de trabalho e renda (fortalecimento das micro, pequenas e médio empresas, apoio às cooperativas e associações produtivas de trabalhadores, programa primeiro emprego, etc) e programas de organização (gestão e fiscalização do transporte e do sistema rodoviário, hidroviário, aeroviário e ferroviário).
A Associação Comercial e Industrial de Selbach – ACIS – é responsável por organizar e convidar para as reuniões do orçamento participativo as seguintes lideranças: Poder Legislativo e Executivo, todas as Secretarias Municipais, (Agricultura, Educação, Administração, Obras e Saúde), Sindicato Dos Trabalhadores Rurais, EMATER, Assistência Social, Conselho Tutelar, Clube Amigos da Terra, Brigada Militar, Bancos, Escolas, COM, Conselho Escolar, Grêmio Estudantil e todo o comércio municipal.
Precedente a Assembléia Pública do Orçamento Participativo na sede do município, é a realização de reuniões nas diversas localidades do interior pela Comissão Organizadora, a fim de esclarecer dúvidas sobre os Temas e programas de desenvolvimento de abrangência estadual. Assim todos poderão estudar e escolher as prioridades coletivas de cada localidade defendendo em comum a mesma idéia. A primeira reunião do Orçamento Participativo em Selbach aconteceu em 05/03/99, na Câmara Municipal de Vereadores, registrada através de ata, com a presença de vários representantes.
Na assembléia pública do Orçamento Participativo, alem de discutir as prioridades municipais apresentadas é importante também poder contar com um elevado número de participantes, pois a cada vinte pessoas presentes é escolhido um delegado, e quanto maior o numero de delegados maior a força do município perante o estado na busca dos seus projetos.
Atualmente Selbach conta com 20 delegados, o que representa um total de 400 pessoas presentes na ultima assembléia, no dia 19/05/00, tendo como resultado:
1º – Saúde (Programa Municipalização da Saúde);
2º – Transporte e circulação (transporte rodoviário);
3º – Educação.
Os recursos recebidos de cada setor, obras e serviços vêem via bancário, conta específica onde os devidos conselhos junto com os delegados do Orçamento Participativo definem a aplicação dos recursos e observando os critérios estabelecidos sempre registrados em ata.

1.16- ALGUMAS EMPRESAS

Possuímos um comércio diversificado, não muito forte e deficiente em algumas áreas. As atividades comerciais que se destacam em Selbach são: Cooperativa, fundição, livrarias, bazares, floricultura, bares, bolões, lojas de tecidos, roupas, calçados, salões de beleza, relojoaria, supermercado, loja de informática, hospital, sindicato, hotel, posto de saúde, Corsan, Emater, Recanto do Mel, Fecrei, madeireiras, açougue, material de construção, funerária, oficinas, borracharias, sapataria, padaria, confeitaria, estúdio de fotografia, malharia, e outros.
E prestadores de serviços: psicólogos, odontólogos, fisioterapeutas, bioquímico, pediatra, clinico geral, advogados, massoterapeuta, etc…

O Correio De Selbach
A Agência dos Correios foi instalada na cidade de Selbach em 02/12/1977 e atualmente está situada à rua XV de Novembro, 544. Os distritos possuem uma filial para facilitar a entrega e recebimento das correspondências.
Transitam diariamente na agência em media 400 objetos simples e 50 objetos registrados. Destes, 80% são destinados à entrega externa e 20% são destinados à entrega interna, na agencia.
As maiores dificuldades encontradas pelo Correio em nossa cidade são:
Falta de numeração nas casas;
Numeração das casas não coincide com a real ordem dos números;
Casas com portões ou grandes fachadas, sem caixinha para colocar as correspondências;
Cachorros soltos no pátio;
Endereços desatualizados;
Cartas com endereço insuficiente, faltando o número da casa ou o nome da rua ou ambos.

Abastecimento de Água e Luz
A CORSAN é a responsável pelo abastecimento de água da sede do nosso município, sendo que a água provém de três poços artesianos.
No interior, todas as localidades são abastecidas com água de poços artesianos organizados por linhas de moradores. Por isso é que a água que ingerimos pode ser considerada de boa qualidade.
A energia elétrica que abastece o município provém:
Da ELETROCAR na sede;
Da COPREL E RGE no interior do município.
A falta de energia total geralmente acontece por fatores climáticos.
Seguidamente há reclamações de que a luz é fraca na sede.

New Line Informática
Benefícios desta empresa para o município de Selbach:
Trazer as novidades no ramo da informática para o município;
Auxiliar na informatização das empresas existentes;
Ministrar cursos de informática, qualificando os habitantes do município nesta área;
Fornecer equipamentos na área de informática juntamente com programas que agilizam o funcionamento das empresas como também dos usuários de microcomputadores;
Prestar assistência técnica sobre os equipamentos de forma ágil e rápida, evitando a perda de tempo com equipamentos danificados;
Manter um convênio com a Escola Estadual do município fazendo com que a mesma esteja usufruindo as novidades e utilidades que a informática oferece.
Dificuldades encontradas pela empresa:
Baixo poder aquisitivo de boa parte dos habitantes do município;
Falta de alunos para ministrar cursos, pois uma grande parte da população não valoriza a informática;
A falta de interesse das pessoas idosas em aprender a trabalhar com o computador;
A acomodação de certas pessoas não querendo se aperfeiçoar através da informática;
O município possui uma população pequena, dificultando assim o desenvolvimento da empresa.

1.17- SAÚDE
A Secretaria Municipal de Saúde, juntamente com as unidades sanitárias, possui como atribuições básicas trabalhar com a prevenção da saúde, gerenciar o Sistema Único de Saúde no âmbito municipal e as ações de Meio Ambiente.
Temos orgulho de apresentarmos os melhores indicadores de saúde do estado, com a existência de 7º Lugar em qualidade de vida, graças à existência de saúde preventiva na pratica e amplo acesso aos serviços de saúde municipal.
As ações de saúde desenvolvidas são coordenadas por uma enfermeira e duas auxiliares com a realização de palestras por médicos, fisioterapeuta, bioquímico, psicólogo, fonoaudióloga e assistente social que pertencem a Unidade Sanitária.
Os grupos de saúde são:
Grupo de Asmáticos: participam deste grupo 22 pessoas entre crianças e adultos que fazem uso permanente de medicação para problemas respiratórios;
Grupo de Diabéticos: participam deste grupo em torno de 58 pessoas, que fazem uso de medicação, tanto oral como injetável. A maior parte é doado pela Secretaria Municipal de Saúde. É realizado uma reunião mensal com palestras explicativas, verificação de pressão arterial e peso. Os diabéticos também têm acesso ao laboratório municipal, podendo realizar a dosagem de glicose mensalmente;
Grupo de Gestantes: participam deste grupo, gestantes carentes do município que não possuem planos de saúde. A reunião é mensal, com palestras explicativas, verificação de sinais vitais, tendo acesso também ao laboratório para realizar os exames de rotina;
Grupo de Hipertensos: deste grupo fazem parte pacientes com problemas referentes à pressão arterial, cardiovasculares e circulatórios. São aproximadamente 500 pacientes, divididos em 13 grupos, abrangendo cidade e interior. As reuniões são realizadas por dois meses seguidos, tendo intervalo um mês, no qual os pacientes adquirem medicação. Estes pacientes também tem acesso ao laboratório municipal para a realização de exames como dosagem de colesterol, triglicerideos, acido úrico e outros que são realizados com data previamente agendada no dia da reunião.
Grupo de Climatério: este grupo é formado atualmente por 15 mulheres que estão em idade de menopausa, recebem de osteoporose e outros assuntos relacionados à saúde da mulher, como uso de hormônios.
Grupo de Visitas: são feitas visitas domiciliares a pacientes impossibilitados de se locomover por problemas de saúde. Destes pacientes são verificados sinais vitais orientações necessárias. Participa deste grupo um total de 10 pessoas. As visitas são feitas pela enfermeira e um auxiliar de enfermagem.
Saúde Mental: estão cadastradas na Unidade Sanitária em torno de 200 pessoas que recebem medicação controlada. São aproximadamente 30 medicamentos diferentes que as pessoas recebem conforme cadastro na Unidade Sanitária. A secretaria, através de um projeto está formando um grupo com pessoas dependentes, a fim de liberta-los do uso de remédio substituindo-os com terapias.
O município de Selbach possui o Conselho e o Fundo Municipal de Saúde, criado pela Lei Municipal nº 642 de 26/04/91, podendo ser descrito como um conselho democrático, representativo e participante de todas as ações que visam melhorar a qualidade da saúde da população, bem como órgão fiscalizador e deliberativo atuando de maneira eficaz na política de saúde do município.

Sociedade Hospitalar São Jacob
A Sociedade Hospitalar São Jacob começou no ano de 1947, quando um grupo de imigrantes alemães, com união e muito esforço começou a realizar obras como a construção da Igreja, escola e o próprio hospital. Para realizar estas obras não contaram com auxilio nenhum do poder público ou privado, alheio à comunidade de Selbach. Tudo dependia dos recursos disponíveis na própria comunidade. Não era mais possível continuar transportando, através de linhas abertas na floresta, em macas improvisadas e carregadas por homens em revezamento, os feridos e doentes até a localidade de Não – Me – Toque onde havia um hospital e um médico. Fazia-se necessário à construção de um hospital perto da Igreja e da escola para dar inicio ao progresso.
Em 19 de março de 1947, reuniram-se 7 homens decididos a enfrentar o problema da falta de um hospital em Selbach. Foram eles os Srs. Pedro Leo Feiten, Felipe Seibel, João Nicolau Lenhardt. Felipe Muller, Catarina Lenhardt e Fridoldo Haunss.
A direção técnica cabia a um médico convidado pela diretoria da Sociedade Hospitalar São Jacob e que seria o médico oficial do hospital. O capital social seria constituído por cotas entre os sete sócios.
A Sociedade Hospitalar São Jacob é uma entidade privada, sem fins lucrativos e sempre manteve o quadro funcional e os melhoramentos na estrutura as suas próprias custas, com exceção do último ano em que recebeu recursos a nível federal. O hospital não possui outras fontes de renda que não seja o atendimento.
Constituída por 19 sócios, com finalidade de manter e administrar o Hospital São Jacob; dispensar assistência médica – hospitalar a enfermos; prestar atendimento em caso de urgência; dar atendimento gratuito a indigentes e prestar assistência social.
É mantido graças aos convênios, inclusive o SUS, que possui uma parcela da população em torno de 25 %. São clientes necessários, pois se durante um mês não acontecer à internação de nenhum cliente privado com o número de procedimentos pagos pelo SUS, o hospital consegue cobrir a folha de pagamento.
O patrimônio da Sociedade é constituído de imóveis e benfeitorias onde funciona o Hospital, com todas as suas instalações, equipamentos e veículos.
O hospital é administrado pela Assembléia Geral, Diretoria e Conselho Fiscal. A Assembléia Geral é o órgão soberano da Sociedade e a ela compete eleger, empossar e destituir os membros da diretoria e do conselho fiscal.
A equipe de trabalho do hospital é composta por 24 funcionários, dos quais 1 enfermeira, 8 auxiliares de enfermagem, 3 técnicos em enfermagem, 2 funcionarias na lavanderia, 4 atendentes na copa, 2 atendentes na cozinha, 2 secretarias e 2 atendentes de farmácia.
A capacidade de internação do hospital corresponde às necessidades da população, não ocorrendo superlotação. Os leitos do hospital são em número de 39 leitos, e mantêm convênios com UNIMED, IPE, UNIVIDA, SUS, Assistência da FECOTRIGO, Sindicato e bancos.
A Sociedade Hospitalar São Jacob trabalha com quatro especialidades: clinica geral, cirurgia geral, pediatria e ginecologia – obstetrícia.
O hospital atende aproximadamente 1288 pessoas por ano, sendo maior causa das internações as doenças respiratórias, doenças cardio-circulatórias, doenças renais, aparelho digestivo, doenças mentais.
O presidente Remi Knob informou com otimismo que são varias as metas e objetivos a serem atingidos:
Pintura interna e externa;
Reforma geral das instalações elétricas;
Reforma das seguintes instalações:
o Remodelar e equipar totalmente a cozinha;
o Remodelar a lavanderia bem como a ampliação do espaço físico;
o Reforma da ala do segundo piso. De cada três quartos serão feitos dois com banheiro individual;
o Aquisição de novos equipamentos e utensílios necessários para acompanhar a medicina aplicada no hospital.
O presidente informou que o hospital sempre conseguiu manter em dia as despesas com folha de pagamento, sendo esta paga a cada final de mês.

Clínica Pró-Vida
A Clínica Pró-Vida significa para Selbach um investimento particular que visa atendimentos associações medicas a nível ambulatorial. Conta de consulta medica em clinica geral, ginecologia, obstetrícia, pediatria, serviços consultorias de investigação tais como: cistocospia, histeroscopia, prevenção de câncer, laboratório de análises clinicas, radiologia, ecografia, radiologia geral, consultório odontológico, fisioterapia e farmácia de medicamentos em geral.
Presta-se o atendimento de consulta e ao mesmo tempo serviços auxiliares de diagnósticos e terapia ambulatorial, quando antes desta surgir era necessário dirigir-se a cidades vizinhas.

Assistência Social
É uma política pública de seguridade social, de caráter permanente visando a proteção social do cidadão. A política de assistência social é um direito do cidadão e um dever do estado. Tem a competência de prestar serviços destinados à inclusão social, ao reforço, vínculo social e comunitário, prestar assistência de atendimento à criança, adolescente, idoso, família, pessoas portadoras de deficiências, população de rua e migrante.
O Núcleo de Assistência Social de Selbach preocupa-se em especial por:
Pessoas portadoras de deficiências: buscando condições de sobrevivência, integração social e bem estar físico, oportunizar atividades de lazer, resgatando auto-estima e habilidades;
Com famílias em dificuldades urgentes, crianças e adolescente de 7 a 18 anos em situação de risco pela falta de acompanhamento e de orientações recebidas de casa: proporcionar-lhes um ambiente favorável de desenvolvimento das suas potencialidades e habilidades, acompanhamento ao estudo regular, realizar oficinas pedagógicas, artísticas, esportivas e recreativas;
Com pessoas idosas: desenvolvendo atividades que os levem a sentirem sua importância nesta faixa etária e desenvolver sentimentos de auto-estima, de solidariedade, de integração com troca de experiências, auxiliando em suas necessidades mais urgentes;
Prestando serviços também em casos de urgência tais como: enchentes, secas, temporais, fornecendo ranchos, tecidos, calçados, roupas, acolchoados, colchões…
Realizam em paralelo o Natal da Criança Carente e do Idoso, distribuem material escolar para a criança carente, mantém um grupo de gestantes que participam do projeto que iniciou em 26/11/97, aprendendo mais sobre a gestação e fazendo o seu enxoval com orientação de profissionais.
Promovem integração dos idosos através de bailes da terceira idade dentro do município e com cidades vizinhas e recebem um grupo de vovós que fazem bordados, cobertores de fibra… Para comercializar e seu próprio uso.
Realizam a campanha do agasalho com a doação posterior a pessoas menos favorecidas bem como alimentos e caixões aos indigentes.
As áreas acima apontadas foram supridas de certa forma com auxilio financeiro municipal e a maioria com recursos de esfera federal, através de encaminhamento de projetos.

1.18- SEGURANÇA PÚBLICA

O serviço de segurança pública está ligado ao poder executivo do estado, através da Brigada Militar e da Delegacia de Policia, que tem como responsabilidade manter a segurança da população.
Contribuindo ainda para um baixo índice de criminalidade, Selbach conta com o Conselho Tutelar e Conselho de Segurança.

Conselho Tutelar
O Conselho Tutelar está atento aos direitos humanos onde a prioridade é a criança e o adolescente.
Qualquer denúncia encaminhada de descumprimento a Promotoria Pública esta sujeito à medida sócio-educativa, isto é, prestação de serviço comunitário. Se ele é pego em flagrante, é encaminhado diretamente ao Promotor.
O menor é obrigado a freqüentar e concluir o 1º Grau. Caso ele se afaste da Escola, será reintegrado em 5 dias, ou será enviada uma ficha FICAI ao Promotor Público.
O Conselho Tutelar é composto por 5 conselheiros que realizam plantão diariamente, junto a Secretaria Municipal de Educação. Nos fins de semana, sempre um conselheiro é responsável em caso de chamada (plantão), podendo ficar em casa.
O poder executivo é o grande responsável pelo bom desempenho, bem como pela manutenção financeira do mesmo.
É responsável também para fornecer rede de apoio com profissionais ligados a esta área: psicólogos, fonoaudiólogos, pedagogos e possuem intenção de criação de uma Casa de Amparo, para abrigar os assistidos.
Houve um grande número de ocorrências registradas pelo Conselho Tutelar, dentre os quais: drogatina, evasão escolar devido à gravidez, casamentos, indisciplina na escola, pequenas infrações na comunidade.Nestes casos primeiro tenta-se resolver com a família envolvida, com a escola se for o caso e em último encaminha-se para a Promotoria.
Também ocorrem problemas familiares pela embriagues dos pais e nas brigas as crianças são as principais vitimas, ocorridos principalmente com pessoas de menor poder aquisitivo, ocorrendo também muito nas classes médias porém sem muita transparência.
Realizam o trabalho de encaminhamento de famílias para os pedidos de adoção de crianças. Tem vários processos em andamento e nenhum com resultado positivo.

1.19- COMUNICAÇÃO

O município de Selbach não possui jornal e rádio próprios. Três jornais de Ibirubá entram no município: Visão Regional, Alto Jacuí, BRT; mais dois de Tapera trazem alguma informação de interesse para o município: O Jornal da Integração e o Jornal Cidades. As rádios de maior audiência são a Radio Ibirubá AM e FM, Radio Cultura de Tapera e Planetário de Espumoso.
Atualmente, após os seminários do PRODER, realizados no município, um grupo de empreendedores municipal está organizando o Projeto de viabilização de uma radio comunitária em Selbach. A iniciativa é cultural, sem fins lucrativos e se fundamenta nos objetivos da própria Sociedade Cultural Nova Aliança, cujo intuito é resgatar a cultura Alemã no seio da comunidade. Existe, com certeza, uma evasão de divisas entre R$ 5.000,00 a R$ 10.000,00 mensais em publicidade e propaganda contratada por selbachenses com empresas de fora.
A idéia do grupo é partir também para a edição de um jornal local, que fosse do interesse da comunidade e que visasse a formação de melhoria da auto-estima coletiva, mudança de imagem do povo e da propriedade urbana e rural, com vistas a fazer jus ao 7º lugar em qualidade de vida entre os municípios do Rio Grande do Sul.

1.20- MÉRITOS E RECONHECIMENTOS

Em pesquisa da Fundação de Economia e Estatística, Selbach foi apontada e congratulada com o 7 º Lugar em Qualidade de Vida no estado, segundo reportagem do ZH de 11 de fevereiro de 2000.
Esse ranking entre 427 municípios é resultado do cruzamento de 15 variáveis nas áreas de educação, saúde, renda e condições de domicilio e saneamento. Para chegar ao Índice Social Municipal Ampliado (Isma) – a nota conferia aos municípios – foi efetuada uma media dos indicadores referentes ao período de 1991 e 1996. Os dados dos anos anteriores ainda não se encontravam disponíveis, por isso o ranking não engloba todos os 467 municípios que o Rio Grande do Sul tem hoje. O Isma tem como finalidade nortear políticas governamentais e servir de guia para o investimento de recursos públicos. Não é um indicador de desempenho dos prefeitos, porque é construído sobre realidade que também são de responsabilidade do governo do estado, da união e da iniciativa privada.
Selbach também possui o 1º Lugar em Educação Infantil de 0 a 6 anos, no estado, muito em função da ótima qualificação do corpo docente.
Temos orgulho também de dizer que a Prenda Jovem Cristiele Aline Kuhn recebeu o título de 3 ª Prenda do Estado do Rio Grande do Sul representado o C.T.G. Estância do Imigrante.
Vale lembrar que Selbach recebeu o Selo de Município Prioritário para o Desenvolvimento do Turismo – Ano de 1997 até 2000.

1.21- RELAÇÃO DOS ADMINISTRADORES DO MUNICÍPIO DO SELBACH

SERGI ADEMIR KUHN Presidente
VALDIR ALOISIO MALDANER Vice-Presidente
HERMES LEONARDO PEDERSEN 1º Secretário
RUDI SEGER 2º Secretário
ILSE INES BARTH
MARINO PAULO COSSUL
REMIDIO GELLER
ALCIR LUIZ MALDANER
TELMAR JORGE MALDANER

Prefeito Municipal: DARCI PEDRO HARTMANN
Vice Prefeito: ORVALINO ANTÔNIO KUHN
Secretária Municipal de Saúde e Meio Ambiente e Secretaria Municipal de Educação e Cultura: MARIA LOURDES BACKES HARTMANN
Secretário Municipal de Agricultura, Indústria e Comércio: ANTONIO CLICÉRIO HOFFMANN
Secretario Municipal de Obras e Serviços Públicos: MILTON ANTONIO KATZER
Diretora Da Escola Municipal De Ensino Fundamental Aníbal Magni: ROSALETE ROTHER STAUDT
Diretora Da Escola Municipal De Ensino Fundamental São Luis: ROSA MARIA SCHAFFER
Diretora Da Escola Municipal De Educação Infantil A Sementinha: IRMA LUCIA MALDANER ECKERT
Diretora Da Escola Municipal De Educação Infantil Nossa Senhora Maria Auxiliadora: MARIA CRISTINA BACKES WEBER

1.22- SELBACH, UMA ANÁLISE GERAL

Serviços Municipais
Inicialmente, os serviços municipais se apóiam na entrada dos impostos. Dos tributos federais e estaduais temos os retornos das parcelas do FPM, ICMS, Imposto de Renda, IPVA, ITR e outros. Os impostos municipais englobam o IPTU e ISQN. Como em todos os municípios há inadimplentes em todas as áreas e esferas. Mas pela Lei de Responsabilidade Fiscal os prefeitos são obrigados a cobrar todos os tributos municipais de todos os munícipes. Passou-se o tempo de fazer vista grossa e perdoar impostos e contribuições por serviços de amigos e companheiros de partido. O Orçamento Anual chega a 3 milhões de reais.
Os serviços oferecidos à população são inerentes a saúde, educação, assistência social e obras. A educação está bem, os professores são titulados ou estão em titulação e a realidade de 4 escolas municipais e duas estaduais é perfeitamente controlável dentro de altos padrões de competência e conhecimento. A saúde é um serviço comparado a um poço sem fundo. Ate a metade deste ano, já se gastara mais do que o dobro do ano passado em remédios, viagens, consultas, exames, mas o povo ainda reclama por que nunca se chegara na meta de poder atender sempre a todos gratuitamente.
Os serviços assistenciais giram em torno dos problemas sociais, mas também jamais conseguirão erradicar a pobreza do seio da população que possui poucas perspectivas de vida.
A secretaria de obras trabalha mais no sentido da recuperação e conservação das estradas rurais e limpeza e ajardinamento da cidade. A reforma administrativa, segundo se comenta, pretende introduzir mudanças profundas nesse setor, onde a terceirização dos serviços é uma eminência visível e já começou com o transporte escolar na administração passada.
O atual plano de governo foi feito pela população de Selbach durante a campanha eleitoral da atual administração e o plano plurianual e o orçamento do município para os próximos dois anos contemplam metas votadas como prioridades pelo povo.
O Orçamento Participativo do estado não representa mais do que um grão de areia no contexto financeiro municipal. Este ano a nossa parcela chegou a R$ 150 mil para saúde e para o próximo ano a primeira prioridade municipal ficou com a educação e na região a meta selecionada foi a Faculdade Estadual. Assim sendo, para 2002, o Orçamento Participativo será um cometa que riscará o céu e Selbach não terá possibilidade de roubar-lhe um pouco de luz.
As Leis do Plano Diretor (1975) e Código de Posturas (1990) já receberam muitas emendas de acordo com o pedido de amigos, e carecem de uma reformulação global. Neste setor, os contribuintes e as administrações não têm sido sérias. Modificaram-se aspectos legais conforme iam surgindo interesses financeiros. Urge decidir se a cidade quer ser um local de convivência harmoniosa ou geração exclusiva de lucro.
Dentre as leis, existe ainda a lei do COMDICA que regulamenta o conselho tutelar composto de 5 membros efetivos e que atua na comunidade com rigor e competência, mas não resolve os problemas maiores como o uso de bebidas, da droga, mãos tratos, etc… Uma vez que as causas destes fatos estão profundamente arraizados na sociedade como um todo.

Família E Lazer
A família de baixa renda é numerosa, enquanto que as demais famílias são enxutas. Em muitas famílias a mulher representa matematicamente a cabeça do casal, mas de fato ainda o homem se considera o chefe. As relações familiares estão difíceis devido as constantes estabilidades sociais e financeiras, pouca compreensão e união entre casais e o relacionamento entre pais e filhos também está com problemas. O dinheiro não cobre mais as despesas do mês e os filhos não aceitam repartir dificuldades. Os jovens e pais também não abrem mão do custo lazer em favor do suprimento básico alimentar e social da família. As famílias formadas por pessoas idosas são, por um lado, favorecidas por sua renda fixa da aposentadoria, constituída de dois salários mínimos mesmo que parte deste valor se destina a remédios. Nunca se tomou tanto remédio quanto nos dias de hoje e nunca se esteve tão doente como agora. Aqui em Selbach os idosos ainda merecem consideração, atenção e respeito de seus familiares.
Está em formação, no município a secretaria da cultura e turismo. O Departamento dos esportes funciona integralmente dedicando-se a jogos de futebol, vôlei, bolão, bocha, jogos de cartas, bolãozinho para as damas reunidas em clubes de mães. Mas a maioria das competições esportivas envolvem campeonatos onde a rivalidade entre grupos se instala e não se cura tão cedo. Isto é uma pena. Esporte não deveria significar competição e nem lucro. Esporte terá que se transformar em lazer afim de que melhore a saúde da população que está intoxicada de remédios químicos.
O maior lazer da mulher, em geral, continua sendo o trabalho. Aqui se instala um erro fundamental. Além da dupla e tripla jornada de trabalho (emprego + serviços domésticos + educação dos filhos) a mulher não busca o lazer como fonte de energia e equilíbrio existencial. Aqui precisamos lutar por mudanças ou acabaremos descambando para o terreno agreste da doença, tristeza, depressão, onde se originam as rupturas conjugais e familiares.
O desequilíbrio familiar começa muitas vezes, no desemprego, na bebida, na falta de verdade e sinceridade, nos gastos fora da família. Por mais que se pense desenvolvimento nunca teremos empregos para todos e em Selbach também há desempregados. É verdadeira a afirmação que corre solta entre as empresas fornecedoras de empregos: “Quem quer trabalhar, tem trabalho”. E o que faremos com quem não quer trabalhar?
A população de Selbach até 1980 era formada por 95% de imigrantes alemães. Não duas décadas do século passado, emigraram para cá uma parcela significativa da população da grande Soledade formada por brasileiros de baixa renda e cultura. Eles trouxeram para cá sua pouca religiosidade e sua facilidade de se “juntar” em vez de casar e facilidade de se separar. Os costumes mais livres e abertos a uma sexualidade sem tabus caiu no agrado da população adulta. A população jovem já havia escancarado livremente a sexualidade. Por isso, neste campo, observou-se grandes transformações. Mas aos poucos as pedras se ordenarão novamente no tabuleiro. A sexualidade precisa estar a serviço da felicidade do homem, livre e consciente, mas difere em gênero, número e grau da promiscuidade.
A população migrante do município hoje chega a 20% e em época em até 25%. Inicialmente havia uma descriminação mais visível entre as pessoas. Hoje já se atenuam estas manifestações, uma vez que essa população migrante é indispensável para realizar serviços temporários e gerais. O preconceito também existe mas não é generalizado. Preconceitos raciais, social, financeiros, religiosos e até políticos se manifestam em ocasiões isoladas envolvendo grupos isolados.

1.23- HOMEM EM EQUILIBRIO COM A NATUREZA EM BUSCA DE DEUS

Idéias Conclusivas
Construir uma felicidade que oportunize o desenvolvimento do homem como um todo e inclua todos os homens é a meta do desenvolvimento sustentável. E neste contexto o homem precisa responsabilizar-se pela convivência harmoniosa com o meio ambiente. Em Selbach o desmatamento e o maneja errado do solo trouxe a erosão e o desequilíbrio. Hoje a EMATER, a Secretaria Municipal da Agricultura, a educação, a força sindical e cooperativa se uniram para pensar o Projeto Ecológico do nosso município. Três seminários estão planejados dentro do PRÓ-GUAÍBA. O 1º envolvendo lideranças e educadores foi realizado em setembro. Os outros dois, um que atinge a classe estudantil e outro, os trabalhadores da terra foram realizados em outubro deste ano.
Precisamos pensar e agir de forma conjunta e globalizada, senão agravaremos os problemas ao ponto de inviabilizar a vida no planeta terra. A terra é patrimônio da humanidade que está a caminho. Indo e vindo é preciso buscar o equilíbrio entre os homens e destes com a natureza. Este é o verdadeiro desafio que constrói o projeto da felicidade

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

CADERNO TEMÁTICO: nº 5, 6, 7, 8, 10,e 13.

EDUCACÃO PARA CRESCER Projeto Melhoria da Qualidade de Ensino- Funções da Escola. Porto Alegre, 1992.

Gestão Democrática do Ensino Público Caderno 1 Em Busca da Qualidade da Escola.

Gestão Democrática do Ensino Público Caderno 4. LDB: Caminhos de Mudança.

NOVA ESCOLA: Edição Especial Parâmetros Curriculares Nacionais Fáceis de Entender.

Plano Político Pedagógico da Escola Estadual de Ensino Médio Adão Seger 2001.

PRINCÍPIOS E DIRETIZES para a educação na escola pública estadual.

Regimento Escolar da Escola Estadual de Ensino Médio Adão Seger 2001.

REVISTA DE EDUCAÇÃO AEC ano 30 Nº 119 abril/junho 2001.

ANEXOS (acima)
SELBACH 20 ANOS
SELBACH: PRINCESA DO ALTO JACUÍ
ROTA DAS TERRAS
O TURISMO DE SELBACH
SELBACH FEST
SEGURO AGRÍCOLA
GRUPOS DE ATENÇÃO À SAÚDE
SEMINÁRIO DO MEIO AMBIENTE

Veja também

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *